Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), de São Paulo, Brasil, firma contrato de cinco anos com a Goal Systems para a implantação de tecnologia de planejamento de viagens e escalas

Trem da CPTM estacionado em estação na cidade de São Paulo. Foto: Rafael Asquini

Após um processo de concorrência internacional, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) firmou em maio de 2022 contrato para fornecimento de tecnologia com a Goal Systems, empresa de atuação global de software de otimização de planejamento para o setor de transporte de passageiros.

O objetivo do contrato é aumentar a eficácia no planejamento das viagens dos trens e na gestão das escalas de maquinistas da CPTM, resultando na maior eficiência da operação.

A respeito do contrato, o presidente da CPTM, Pedro Morto, afirmo: “Durante toda a sua história, a CPTM foi pioneira em diversos avanços no setor metro ferroviário, inovando sempre na busca de melhorias para a mobilidade em sua área de atuação. Visando manter esse histórico de modernizações contínuas, focando dessa vez em seus processos, para alcançar um novo padrão de qualidade foi contratado o Sistema Gerenciador de Planejamento de Viagens e Escalas, que entra como um grande facilitador da gestão operacional, enquanto consegue otimizar o uso dos recursos humanos envolvidos diretamente na operação”.

Com 196 km de linhas e 57 estações operacionais, atualmente a CPTM atende 18 municípios e se apresenta como a melhor alternativa para diminuição no problema da mobilidade na Região Metropolitana de São Paulo, a superlotação do transporte público, promovendo constantemente obras de melhoria e modernização do sistema ferroviário por ela administrado.

 Romano Garcia, diretor comercial para a América Latina e diretor-geral para o Brasil da Goal Systems destacou a importância do acordo para a sua empresa.  

DETALHES

De acordo com informe divulgado pela Goal Systems, o contrato, que terá prazo de vigência de 60 meses, trata concerne ao fornecimento do sistema de otimização do planejamento, que será disponibilizado na modalidade SaaS (Software como Serviço, em nuvem).

O sistema irá otimizar o planejamento dos trens, da grade de horários e aprimorar a alocação dos mais de 1.140 maquinistas às atividades de condução e demais serviços da rotina de trabalho de maneira mais rápida e eficaz, diminuindo tempo e esforço nessa tarefa.

Além disso, as equipes de planejamento, que até então realizavam o trabalho de elaboração de gráficos e escalas manualmente, agora poderão desenvolver suas atividades de modo mais rápido com a automatização de grande parte dessas funções.

Com o contrato, a CPTM integrará as principais atividades do planejamento operacional em apenas uma ferramenta. Será possível, em um mesmo produto, elaborar os gráficos de horários contendo a programação de viagens e alocar os maquinistas que irão realizar essas viagens.

Além disso, durante a elaboração da escala será possível acrescentar outras atividades dos maquinistas, como férias, realização de exames periódicos, entre outras solicitações.

 IMPLANTAÇÃO EM NOVE MESES

O prazo para implantação do sistema em operação assistida é de nove meses após a assinatura do contrato, visto que é necessário que alguns parâmetros sejam customizados e ajustados consoante a realidade da operação da CPTM.

Veja também

Por