Autoridade de Transporte Urbano de Lima e Callao (ATU) publica o documento ‘Especificações técnicas para a padronização das características físicas e motoras do ônibus elétrico padrão’

A Autoridade de Transporte Urbano de Lima e Callao (ATU) informa que publicou em agosto de 2021 e disponibilizou uma publicação que trata da padronização dos ônibus elétrico.

A publicação, intitulada Especificações Técnicas para a Padronização das Características Físicas e de Condução do Ônibus Elétrico Padrão, pode ser baixada através do link no final deste artigo.

O relatório da ATU diz que, de acordo com a Resolução da Diretoria N°0011-2021-ATU/DIR, publicada no jornal oficial El Peruano, foram padronizadas as características físicas e motoras mínimas que os ônibus elétricos devem ter, as quais as empresas de transporte público devem levar em conta ao adquiri-los.

Comprimento de cada ônibus e capacidade de transporte. Os ônibus elétricos devem ter 9, 12, 18 e 27 metros de comprimento, com capacidade para transportar de 40 a 250 passageiros e ter um conjunto de baterias que garantam um alcance mínimo de 200 quilômetros.

Para pessoas com mobilidade reduzida. Da mesma forma, uma das principais características destas unidades diz respeito aos componentes externos e internos que permitirão o acesso a pessoas com mobilidade reduzida através de sistemas como rampas, elevadores de cadeira de rodas, entre outros.

Ar condicionado e biossegurança. Os ônibus padrão também terão um sistema de ar condicionado, ventiladores e exaustores, assim como um sistema de biossegurança (que inclui medidores de temperatura ao entrar no ônibus) e câmeras de vídeo vigilância (para visualizar o interior e o exterior da unidade).

Informações para o usuário. Também incluirá alto-falantes e sinalização para a transmissão de informações variáveis aos usuários do serviço, alertas acústicos, racks para o transporte de bicicletas na parte frontal do veículo, entre outras características que otimizarão a experiência e melhorarão a qualidade do serviço em favor do usuário.

DIÁLOGO

Deve-se observar que, de acordo com o documento publicado, qualquer veículo que cumpra as especificações técnicas, independentemente do fabricante ou montador, pode ser incorporado à frota autorizada a prestar serviço.

Atualmente, já existe um ônibus elétrico em Lima e Callao – em fase de teste – que presta o serviço “vacunabus”, transportando cidadãos aos centros de vacinação, e que também permite a coleta de informações relevantes sobre seu funcionamento.

O relatório da ATU aponta que a publicação da norma “é o produto de um processo de diálogo, aprendizado e feedback com operadores, empresários e autoridades locais e internacionais com os quais foram realizadas várias reuniões de trabalho de forma coordenada e transparente”. 

A estrutura do documento de normalização

Intitulado Especificações técnicas para a padronização das características físicas e motoras do ônibus elétrico padrão, o documento está estruturado em onze capítulos, que são: 1) Aspectos Gerais – Glossário, Pesos e dimensões; 2) Especificações antropométricas e ergonômicas no compartimento do passageiro – Área do passageiro e área do motorista; 3) Iluminação – Iluminação auxiliar, iluminação de escadas, iluminação do motorista, iluminação interna, iluminação externa; 4) Especificações especiais – Vida útil, Materiais, Isolamento, Características dos componentes; 5) Especificações relacionadas ao trem de força – Chassi, Cardan e diferencial, Direção, Freios, Motor de propulsão elétrica, Segurança, Sistema elétrico, Sistema de baterias, Suspensão, Transmissão, Pneus; 6) Equipamentos e/ou acessórios para pessoas com incapacidade – Geral, Acessibilidade e evacuação, Acessórios internos, Ergonomia, Sistema de informação ao usuário; 7) Sistemas eletrônicos e de comunicação – Controle eletrônico, Sistema de informação a bordo, Sistema de acesso e monitoramento, Transmissão remota de informações; 8) Sistemas eletrônicos e de comunicação – Controle eletrônico, Sistema de informação; 9) Equipamentos e/ou acessórios para pessoas deficientes; 10) Equipamento rack para bicicleta; 11) Outros sistemas de ônibus padrão – Sistema Anti-Covid-19, Carregador de celular a bordo, Serviço de internet Wifi a bordo.

Acessar o documento

Veja também

Por