Mais espaço para modos não motorizados

Para alocar mais espaço para os modos não motorizados, descongestionar o transporte público e evitar multidões, o Ministério dos Transportes e Telecomunicações do Chile e o Município de Las Condes (localizado na parte nordeste da Área Metropolitana de Santiago) apresentaram na segunda semana de maio o Plano de Ciclovias Táticas Covid-19.

A iniciativa começou a ser implementada no município com a disponibilização de uma pista temporária na Avenida Presidente Riesco.

O projeto faz parte do contexto gerado pela pandemia, marcada pela diminuição de carros nas ruas, o que permite promover o uso de modos não motorizados em condições seguras.

DESAFIOS DA MOBILIDADE

A idéia do Ministério é olhar e repensar a maneira pela qual as cidades devem enfrentar os desafios da mobilidade, especialmente quando há um retorno maciço das pessoas aos seus locais de trabalho e de estudo. Considera-se importante analisar como o espaço urbano será reestruturado para fornecer soluções eficientes aos diferentes usuários da estrada.

No final de 2019, o Ministério definiu um guia para projetar e implementar ciclovias leves ou táticas, como a da Avenida Presidente Riesco, que permite que praticamente qualquer rua seja transformada em espaço para circulação de bicicletas.

Hoje, esse instrumento se torna relevante em razão da Covid-19, pois agiliza o processamento desses projetos, que também são de baixo custo, para que possam ser realizados pelos municípios ou governos regionais em todo o país.

PLANO DE ESTRADA DO CICLO TÁTICO

Enquanto isso, a prefeitura de Las Condes informou que o Plano de Ciclovias Táticas que está sendo implementado na comuna, a partir da Avenida Presidente Riesco, onde essa infraestrutura leve já foi implementada em 1,5 km de extensão na pista veicular norte.

Outra ciclovia será instalada na Avenida Apoquindo, com 6,5 km de extensão, entre Tobalaba e Parque Los Dominicos. Isso irá gerar uma ciclovia paralela à Linha 1 do Metrô.

A terceira iniciativa inclui um passeio para pedestres e uma ciclovia em Rosario Norte, com uma extensão de 800 metros (de Apoquindo a Presidente Riesco). Ali, a ideia é realocar o espaço das pistas de veículos para ampliar os percursos como trilhas para pedestres e implementar uma ciclovia norte-sul, que permita uma maior distância física entre as pessoas.

MODOS NÃO MOTORIZADOS

O Ministério anunciou que busca promover modos não motorizados durante a pandemia. Uma das medidas promovidas é permitir a operação de oficinas de bicicletas localizadas em áreas em quarentena, porque se entende que elas realizam uma tarefa muito relevante no momento em que muitas pessoas usam a bicicleta e precisam repará-las

Veja também

Por