Brasil premia transportadoras terrestres de passageiros por digitalização de passagens, comunicação via rede social corporativa e programa de vantagens com base em blockchain

Um empate técnico rigoroso fez com que a banca de juízes decidisse por três vencedoras para Prêmio ANTP-ABRATI 2019 – Boas Práticas do Transporte Terrestre de Passageiros.  Foram premiadas transportadoras terrestres de passageiros por projetos de digitalização de passagens, comunicação via rede social corporativa e programa de vantagens com base em blockchain

A premiação aconteceu no dia 3 de dezembro de 2019 em Brasília. Foram declaradas vencedoras as empresas Águia Branca, com o projeto Passagem digital: comodidade e conforto, da compra ao desembarque; a Viação Ouro e Prata, com o projeto Workplace – Tecnologia traz inovação na comunicação interna da Ouro e Prata, e a Planalto Transportes com o seu Programa de Vantagens da Planalto Transportes – Moveflex.   Como vencedoras, cada uma das empresas recebeu troféu, selo de referência e certificado. A banca de juízes concedeu menção honrosa à Empresa Verde Transportes, com o projeto intitulado Espaço Mulher.

O prêmio foi criado pela Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) e pela Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (ABRATI) para dar visibilidade e reconhecimento aos esforços destinados à promoção do transporte de passageiros rodoviários de média e longa distância.

Alexandre Resende, coordenador do concurso, destacou a dificuldade encontrada pela banca de juízes ao avaliar os trabalhos inscritos. “Os projetos finalistas apresentavam elevado grau de qualidade e, considerados os critérios do prêmio, não discrepavam uns dos outros, de modo que a declaração de empate técnico era a única saída para a banca de juízes”. 

Resende explicou que apesar de haver a comparação entre os projetos, o Prêmio ANTP-ABRATI não privilegia a disputa. “Criado em 2011, o prêmio se firmou como um processo que procura demonstrar inovações e criatividade, possibilitando que as empresas exibam as boas práticas que desenvolveram e implementaram em seus serviços, de modo a qualificar ainda mais o setor”.

EMBARQUE DIGITAL

No processo de embarque digital adotado pela Viação Águia Branca, o passageiro recebe um bilhete de passagem eletrônico (Bp-e) em seu e-mail e um cupom de embarque, que pode ser adicionado também a aplicativos de tíquetes e passagens, como, por exemplo, o Wallet para iOS.

De posse de sua passagem digital – que pode ser apresentada por meio de diferentes dispositivos, tais como smartphones, smartwatches e tablets, ou até mesmo impressa em casa – o passageiro deve apresentá-la, no embarque, ao motorista, junto com um documento com foto.

O motorista fará a leitura do QR Code da passagem digital por meio de um dispositivo smartphone; neste momento, o aplicativo realizará o check-in e a informação será enviada em tempo real aos sistemas da empresa e compartilhada com a Agencia Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

A Viação Águia Branca e a Expresso Brasileiro – que fazem parte da Divisão Passageiros do Grupo Águia Branca – foram as primeiras empresas do setor de transporte rodoviário de passageiros a implantar no Brasil este sistema de embarque totalmente eletrônico e integrado através da passagem digital. Em 2018, a Águia Branca transportou um milhão de passageiros que realizaram a compra através de meios eletrônicos.

PROGRAMA DE VANTAGENS

Primeiro projeto da recém-implantada área de inovação da Planalto Transportes, o Programa de Vantagens Moveflex, que garantiu à empresa o Prêmio ANTP-ABRATI 2019, tem entre seus objetivos gerar informações sobre o perfil e hábitos dos passageiros em relação às viagens realizadas pela empresa, estreitar o relacionamento com os clientes e fidelizar os passageiros atuais, bem como favorecer a conquista de novos passageiros, utilizando como atrativo a escolha de recompensas. 

A sistemática do programa prevê que o passageiro cadastrado acumule pontos com a Planalto Transportes e possa trocá-los por novas passagens.

Além disso, com a atratividade de um “clube de vantagens” (com cinco diferentes planos) e da compra de pontos extras para a troca por uma passagem, o passageiro pode ainda escolher ser recompensado de outra forma, trocando seus pontos acumulados com viagens por outros produtos ou serviços.

O Moveflex conta com uma ferramenta de business intelligence, o que possibilita a operação com ofertas personalizadas para cada participante e o planejamento de ações de comunicação e de relacionamento de forma segmentada, de acordo com o perfil dos passageiros da Planalto Transportes que usam o programa.

COMUNICAÇÃO INTERNA DIGITAL

A Viação Ouro e Prata foi premiada pela a implantação da tecnologia Workplace – plataforma social do Facebook dedicada ao mercado corporativo. Neste momento em que impera a comunicação em rede, a nova plataforma favorece a comunicação mais distribuída e menos centralizada.

O processo de implantação teve a articulação da Alest, uma empresa certificada pelo Facebook.  O projeto foi implantado em 26 de novembro de 2018. Antes, houve avaliação dos instrumentos de comunicação então existentes e optou-se por uma transformação digital. O periódico impresso Circulando foi descontinuado, o mesmo acontecendo com a distribuição de informação via SMS, Skype, WhatsApp e e-mail. Murais físicos e digitais passaram a ser destinados a campanhas específicas.

Os 110 Embaixadores da Comunicação – funcionários com reconhecida liderança e influência – receberam treinamento e foram os primeiros a interagirem com a plataforma, por meio de aplicativo em seus celulares ou nos computadores da empresa. Quiosques com acesso ao Workplace foram colocados em locais estratégicos da empresa. Mais tarde, passou a haver o engajamento do conjunto dos colaboradores. Os números de julho de 2019 mostravam 75% dos funcionários ativos na plataforma, totalizando 960 pessoas.

ESPAÇO MULHER, MENÇÃO HONROSA

Considerando o fato de haver nacionalmente casos de abuso e de abordagens negativas dos homens em relação às mulheres e com o objetivo de proporcionar mais segurança, tranquilidade e conforto as mulheres, a Verde Transportes decidiu criar o Projeto Espaço Mulher, que consiste em ofertar as poltronas de número 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13 e 14 exclusivamente para mulheres desacompanhadas. As poltronas estão destacadas com o encosto de cabeça na cor rosa com a logomarca do Projeto Espaço Mulher, seguindo a linha das peças da campanha de divulgação do serviço. Para instituir o programa, a Verdes Transportes envolveu no processo os departamentos comercial e operacional, que bloqueiam os assentos especificados nas linhas integrantes do programa para que não sejam vendidos para homens. O bloqueio ocorre mesmo no caso do ônibus estar lotado.

Veja também

Por