Bogotá levanta restrições ambientais determinadas em 7 de março

A Prefeitura de Bogotá informou no domingo, 10 de março de 2019, que depois de três dias da declaração de alerta ambiental e graças às medidas implementadas pelo governo,  a qualidade do ar na cidade melhorou notavelmente, reduzindo em 61 % as partículas contaminantes detectadas pela estação medidora mais crítica, razão pela qual levantar foi tomada a decisão de levantar a adoção do rodízio Pico y Placa ambiental para veículos particulares e motocicletas.

Nota da Prefeitura explicou la que la Rede de Monitoramento da Qualidade do Ar de Bogotá reportou normalidade nas 13 estaciones que estão distribuídas pela cidade, o que tornou viável levantar o Alerta Amarelo em toda a cidade y manter preventivamente o Alerta Laranja no sudeste.

A restrição para veículos de carga de mais de duas toneladas se mantém entre 6h e 10h no polígono de la zona sudoeste de la cidade.

AS RESTRIÇÕES

Na noite de quinta-feira, 7 de março de 2019, o Secretário do Meio Ambiente de Bogotá, Francisco Cruz, anunciou que devido aos níveis de poluição do ar, o governo da capital colombiana foi forçado a decretar o Alerta Amarelo em Bogotá. e Alerta Laranja no polígono delimitado do sudoeste da cidade.

A medida foi tomada porque condições meteorológicas desfavoráveis ​​mais uma vez afetaram a qualidade do ar na cidade. Treze estações de qualidade do ar localizadas em Bogotá estabeleceram altos níveis de material particulado 2,5, muito fino e prejudicial ao sistema respiratório humano.

Devido à declaração do Alerta Amarelo, várias medidas foram implementadas para melhorar a qualidade do ar na cidade, incluindo as restrições estabelecidas pelo sistema de rodízio denominado Pico y Placa, que alcança veículos particulares e motocicletas. As medidas começaram a ser implementadas na sexta-feira, 8 de março, e continuariam até a segunda-feira, 11 de março.

Na sexta-feira, houve restrição em horários estendidos, isto é, das 6h às 19h30, para veículos motorizados e motos com placa terminada em número par. Houve também uma restrição de sexta-feira até segunda-feira para caminhões de mais de duas toneladas em um perímetro em que vigora o Alerta Laranja.

No sábado, dia 9 de março, o rodízio Pico y Placa alcançou veículos e motos com números terminando em algarismo ímpar: entre 6h30 e 18h; e no domingo para as placas terminadas em número par, entre as 6h30 e 15h. Na semana seguinte, a medida funcionaria de acordo com o último dígito do veículo em particular e motocicletas a partir das 6h30 até 19h30.

A subsecretária de Saúde, Patricia Arce Guzmán, explicou que os cidadãos devem tomar medidas preventivas para evitar danos à saúde. Ela destacou que no setor sob Alerta Laranja há recomendações especiais para a cidadania, disseminadas pelos meios de comunicação.

O diretor do Corpo de Bombeiros, Pedro Manosalva disse que, dada a crise ambiental, a entidade entra em estado de alerta para a prevenção de emergência e cuidados, especialmente incêndios, que degradam ainda mais a qualidade do ar.

Veja também

Por