O Ministério de Transportes e Telecomunicações do Chile espera iniciar neste semestre a licitação para o que serão mais de 300 novos pontos de fiscalização automatizada para faixas ‘só ônibus’ e vias exclusivas

O Ministério de Transportes e Telecomunicações do novo governo chileno, que assumiu em 11 de março de 2022, informou que tomará medidas para otimizar o tempo de viagem na Região Metropolitana de Santiago.

Ainda neste semestre, o Ministério espera iniciar a licitação para mais de 300 novos pontos de controle automatizados de faixas exclusivas para ônibus e faixas exclusivas, com os quais o número de quilômetros controlados por câmeras dobrará.

A Fase 4 do Projeto Automatizado de Supervisão de Vias adicionará 113 quilômetros a essa forma de controle, totalizando 193 quilômetros de vias controladas com essa tecnologia, e está prevista para iniciar a execução ainda este ano.

Atualmente, dos 222 quilômetros de vias segregadas, não mais de 36% – 80 quilômetros – têm controle automatizado.

Sabe-se que com a implantação de rotas segregadas, os ônibus podem reduzir o tempo de viagem em 18%.

Atualmente, câmeras de controle estão operando em oito comunas da Região Metropolitana, abrangendo cerca de 80 quilômetros, que relatam um controle mais eficiente da medida, uma vez que operam em todas as horas e captam todos os veículos que não cumprem a medida.

Com esse sistema, são emitidas, em média, 2.400 multas por dia para veículos que transitam em vias destinadas ao transporte público,

AUMENTO DO USO DO TRANSPORTE PÚBLICO

Em relação ao uso de transporte público na Região Metropolitana de Santiago, a informação é que também houve um aumento nas validações de transporte público.

Comparando a segunda semana de março de 2022 com a mesma data de 2021, as validações nos ônibus subiram 17%, enquanto no metrô, 44%, e no trem, 33%, atingindo 6.163.114 transações entre 7 e 13 de março.

Para o Ministério dos Transportes e Telecomunicações, isso mostra que há maior mobilidade na cidade e, portanto, como já foi apontado, é fundamental que o transporte público seja priorizado.

Veja também

Por