Metrô da capital do Brasil implanta sistema de monitoramento térmico dos usuários

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) – operadora do sistema de metrô de Brasília, capital do Brasil, — informou ter concluído recentemente a instalação de 55 câmeras térmicas e visuais para monitoramento dos usuários em todas as estações.

O investimento foi da ordem de 1,9 milhão de reais (USD 363,2 mil), e compreende equipamentos, licenças de softwares, serviços de instalação, configuração, treinamento e assistência técnica e suporte.

MONITORAMENTO À DISTÂNCIA

De acordo com o Metrô-DF, a aferição da temperatura ocorre por vídeo e à distância, com operacionalização feita por câmeras especiais e software específico, de forma a facilitar a identificação dos usuários que possam apresentar febre, permitindo que sejam orientados conforme os protocolos de segurança sanitária.

Os equipamentos foram instalados antes dos bloqueios, de modo que qualquer abordagem é feita antes que o usuário entre na área de acesso às plataformas de embarque do sistema.

OUTRAS AÇÕES

Além novo sistema de monitoramento, o Metro-DF informa que para garantir a segurança dos usuários e dos empregados durante a pandemia, mantém reforço de limpeza dos trens a cada viagem e dos locais de venda de bilhetes e pontos de acesso a cada 30 minutos.

Também se faz a desinfecção semanal com quaternário de amônio, uma vez por semana, em todo o sistema, procedimento que inclui trens,

Veja também

Por