OPRET define a compra de oito novos trens Alstom (24 vagões no total) para a Linha 1 do Metrô de Santo Domingo e a contratação, com dois consórcios, de serviços de manutenção da eletrificação e das vias férreas

O Escritório para a Reorganização do Transporte (OPRET, na sigla em espanhol), responsável pela prestação de serviços nacionais de transporte ferroviário e por cabo na República Dominicana, informou a aquisição, até o final de agosto de 2021, de 8 trens (24 carros no total) para expandir a capacidade do serviço do Sistema Integrado de Transporte do Metrô de Santo Domingo. Também relatou a assinatura de novos contratos de manutenção da eletrificação e das vias férreas do sistema.

A Alstom fabricará, fornecerá e colocará em operação os oito novos trens Metropolis de três carros cada um. O concurso público internacional para a aquisição foi administrado pela OPRET e financiado pela Agence Française de Développement (AFD).

A entrega desses carros está programada para dentro de 18 meses a contar da assinatura do contrato – ou seja, fevereiro de 2023. Serão pagos 2,01 milhões de euros (USD 2,38 milhões) por vagão, ou 48,44 milhões de euros (USD 57,49 milhões) no total.

A OPRET destaca que apesar dos aumentos internacionais nos preços de materiais, esta compra resultou em uma economia total de mais de 1,85 milhões de euros (US$ 2,19 milhões) em comparação com o custo da compra anterior, feita em 2018.

CONTRATOS DE MANUTENÇÃO

Com os novos contratos de manutenção correspondentes às áreas de eletrificação e ferroviária do metrô de Santo Domingo, assinados no final de agosto de 2021, a OPRET avalia que o Estado dominicano economizará aproximadamente 498,66 milhões de pesos dominicanos (USD 8,76 milhões) nos próximos três anos em comparação com os contratos anteriores para as mesmos serviços.

OPRET informa que estas economias foram alcançadas com duas licitações, uma das quais para serviços de manutenção preventiva, corretiva e preditiva do sistema ferroviário do Metrô de Santo Domingo, definido em aproximadamente 120,40 milhões de pesos dominicanos por ano (USD 2,11 milhões), a ser realizada pelo Consórcio ASCH.

A outra licitação foi para serviços de manutenção preventiva, corretiva e preditiva do sistema de eletrificação ferroviária da rede do Metrô de Santo Domingo, por aproximadamente 143,21 milhões de pesos dominicanos por ano (USD 2,51 milhões), concedida ao Consórcio ATSO-ELEC.

Veja também

Por