Subte reabrirá mais onze estações

Subterráneos de Buenos Aires Sociedad del Estado, empresa da Cidade de Buenos Aires responsável pela administração da rede metroviária da capital argentina, informa que no dia 17 de agosto serão reabertas 11 estações das cinco linhas do sistema.

Dessa forma, serão habilitadas 80 estações de um total de 90 e as Linhas H e C ficarão totalmente operacionais.

A reabertura dessas 11 estações coincidirá com o retorno às aulas presenciais nas universidades. A medida faz parte do plano de retomada gradual e progressiva da normalidade apresentado pelo Governo da Cidade de Buenos Aires.

A ideia é buscar maior fluidez na circulação e operação e continuar aproximando o metrô das pessoas que precisam sair de casa para trabalhar e estudar.

As estações que voltarão a funcionar serão: Rio de Janeiro e Piedras (Linha A); Tronador e Echeverría (Linha B); Moreno e San Juan (Linha C); Belgrano e Catalinas (Linha E); e Córdoba e Inclán (Linha H). Desta forma, as Linhas C e H estarão totalmente operacionais.

Segundo a empresa Subterráneos de Buenos Aires Sociedad del Estado, nas últimas semanas houve um aumento no número de usuários. Hoje, em média, registram-se 25% do total de viagens realizadas antes do início da pandemia.

Este novo esquema permite responder à procura prevista com o regresso ao atendimento presencial nas universidades e a flexibilização das atividades no quadro do plano do governo de regresso à normalidade.

BIOSSEGURANÇA

A empresa destaca que, desde o início da pandemia, as variações da demanda são constantemente analisadas e a partir disso são definidas as medidas necessárias para prestar o atendimento, em conjunto com as autoridades do Ministério da Saúde.

Desse modo, ao longo da pandemia, estações foram abrindo e a oferta de trens foi ajustada. As medidas adotadas visam manter o controle da capacidade na entrada dos usuários nas estações de maior movimento e garantir que as condições estabelecidas sejam atendidas (15 pessoas em pé por carro).

Ao mesmo tempo, de acordo com informações da empresa, continuam em vigor todos os protocolos de combate à disseminação da Covid-19 e atendimento aos usuários, trabalhadores e prestadores de serviço da rede.

Assim, continua o reforço na limpeza e desinfecção das estações, trens e superfícies de alto contacto. Foram colocados dispensadores de álcool gel em todas as estações e foi adicionada sinalização para cumprir as medidas de distância entre os usuários. Além disso, o sistema opera com esquemas de horários especiais para proteger os trabalhadores.

O controle de capacidade continua a ser observado nas estações em operação, com foco nas de maior tráfego, com uma equipe específica para controlar a entrada de passageiros e evitar concentrações nas plataformas e nos trens.

Veja também

Por