Nas oficinas de revisão do Plano Especial da Cidade Velha de Montevidéu, será dada ênfase às propostas relacionadas à mobilidade e ao espaço público

A Intendência de Montevidéu assinou recentemente um convênio com a Faculdade de Arquitetura, Desenho e Urbanismo (FADU) para a revisão do plano especial de gestão, proteção e melhoramento da Cidade Velha da capital uruguaia.

Conforme informado pelo governo da capital, esta iniciativa busca gerar um sistema participativo de ações de planejamento e transformação urbana para aquela área da cidade.

A Intendência afirma que por meio de oficinas organizadas pela FADU, será dada ênfase às propostas relacionadas à mobilidade e ao espaço público neste bairro emblemático da cidade.

Atores e agentes locais participarão das oficinas, as quais serão realizadas a partir de um protocolo definido de etapas, procedimentos e tarefas, de forma a sistematizar produtos e resultados.

As propostas que surjam nestas instâncias serão úteis para avançar na transformação do setor urbano da Cidade Velha. A Intendência e a FADU trabalham em colaboração em projetos semelhantes, como o ReActor, para lidar com a questão das fazendas abandonadas; o próprio programa Fincas, que atualmente integra o Plano Básico de Apoio ao Cidadão (ABC); Cidade Velha à escala humana e Patrimônio Vivo, que retomam aspectos substanciais da problemática deste sector da cidade.

Veja também

Por