Com quase 70 anos de existência, o sistema de trólebus de Valparaíso, Chile, ganha a retomada do serviço na Avenida Pedro Montt

Neste mês de maio de 2021, após 14 anos, os trólebus voltaram a circular na Avenida Pedro Montt, em Valparaíso, como parte das melhorias introduzidas pelo Ministério dos Transportes e Telecomunicações (MTT) do Chile, por meio de um instrumento  denominado Área de Serviço Regulada, figura jurídica que fortalece e viabiliza ao longo do tempo este transporte emblemático na cidade.

Os “troles” circulam na cidade em Valparaíso desde 1952 e são a única rede do gênero no Chile e a segunda mais antiga da América do Sul. A empresa possui uma frota de 30 veículos, sendo 12 próprios e 18 de 1989. Os trólebus são muito apreciados pelos cidadãos.

Graças à retomada desta linha, os passageiros podem chegar ao Terminal Rodoviário ou Parque Itália e viajam mais diretamente da Avenida Argentina à Plaza Victoria

Com a retomada do serviço, as frequências passam a ser controladas por sistema tecnológico GPS. Essas informações estarão disponíveis em um aplicativo do usuário.

A informação aos passageiros também será aprimorada com a instalação de painéis de LED.

IMPORTÂNCIA

O contrato com a empresa é de cinco anos mais uma extensão de dois anos se forem cumpridos os requisitos e condições estipuladas no contrato.  Portanto, serão até sete anos de operação, o que significa estabilidade financeira para a empresa, o  que lhe permitirá operar e também fazer melhorias no serviço para melhorar a experiência de viagem dos usuários.

O sistema de Trólebus também faz parte da Rede Integrada de Transporte da Grande Valparaíso, que inclui viagens com tarifa reduzida para quem também viaja pelo Metrô Valparaíso, da mesma forma como nos casos daqueles que usam os elevadores da cidade portuária.

Com isso, os trólebus tornam-se um meio de transporte útil não só para os habitantes de Valparaíso, mas também para os que vêm de Limache, Villa Alemana, Quilpué e Viña del Mar.

A Área de Serviço de Trólebus apresenta mudanças que buscam melhorar a cobertura e a experiência de viagem dos usuários. Entre eles estão a devolução do serviço 801 da Avenida Pedro Montt, que não funcionava desde 2007; implementação de GPS online, a fim de verificar o cumprimento das frequências, rotas e horários dos serviços; informações ao usuário por meio do aplicativo Regiões Vermelhas; instalação de painéis frontais de leds para os 18 veículos que não possuem o caráter de patrimônio; e um sistema de anúncio de parada a ser implantado no primeiro ano de operação, embora já esteja implantado em praticamente todos os trólebus em operação.

Veja também

Por