Chile licita 2.030 ônibus

Está prevista para 26 de novembro de 2020 a conclusão de duas etapas fundamentais do processo licitatório para o fornecimento de ônibus ao Sistema Metropolitano de Transporte de Santiago do Chile, que, conforme anunciado pelo Ministério dos Transportes e Telecomunicações em 15 de outubro 2020, recebeu 23 ofertas.

As etapas a serem concluídas em novembro são a avaliação da admissibilidade das propostas, o que ocorrerá até 5 de novembro, e a avaliação técnica, que  acontecerá entre 6 e 26 de novembro.

Terminado o processo de avaliação técnica, proceder-se-á à abertura das propostas econômicas, para posterior avaliação econômica e final.

Atendendo aos prazos estipulados no cronograma oficial do processo, a adjudicação deste concurso deverá ocorrer no final de dezembro de 2020.

A partir daí, a transição para o novo sistema de transportes demorará cerca de três anos, com sucessivos concursos anuais para fornecimento de autocarros e as diferentes unidades de serviço.

Segundo o governo chileno, a avaliação dessas ofertas dá início ao processo que permitirá um novo desenho para o transporte público metropolitano, que visa melhorar a qualidade do serviço e facilitar a saída de operadoras que não atendam aos padrões exigidos.

OFERTAS

Ao todo, 23 propostas apresentadas por sete licitantes foram recebidas na cerimônia de abertura das licitações técnicas do Concurso Público de Abastecimento Complementar de Ônibus do Sistema Metropolitano de Transporte Público, realizada em meados de outubro, no Ministério dos Transportes. e Telecomunicações (MTT).

Foram recebidas oito ofertas para autocarros do lote A, com propostas para tecnologia diesel e elétrica, e nove ofertas para o lote B2 com propulsão diesel e elétrica. Para o lote C2 (diesel articulado) foram obtidas seis ofertas.

O objetivo da licitação promovida pelo Ministério dos Transportes e Telecomunicações é renovar uma frota aproximada de 2.030 ônibus. Esses novos veículos se somarão aos 2.220 ônibus que já estão em operação. Concluída a adjudicação desta licitação, o padrão RED (Rede Metropolitana de Mobilidade, com veículos com maior qualificação) representará mais de 62% da frota do sistema.

Veja também

Por