Programa de inovação da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), do Brasil, escolherá nesta sexta-feira, 4 de setembro, o vencedor do 2º Desafio Coletivo

Nesta sexta-feira, 4 de setembro de 2020, acontecerá a final do 2º Desafio Coletivo, uma competição desenvolvida dentro do programa de inovação em mobilidade urbana criado pela Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), do Brasil.

O programa de inovação surgiu para fomentar a evolução do transporte público coletivo, visando à mobilidade sustentável nas cidades, o desenvolvimento das pessoas e da qualidade de vida.

Foi concebido para promover um ecossistema de inovação entre os principais públicos ligados à mobilidade urbana e, assim, desenvolver soluções inovadoras com foco no usuário do transporte coletivo urbano.

Chamado de Pitch Day, a final do 2º Desafio Coletivo contará com a apresentação dos seis projetos finalistas. Após a votação do júri, com participação da plateia, serão anunciadas as três propostas mais votadas, que terão prioridade para serem pré-incubadas pelo programa de inovação Coletivo.

As startups (em ordem alfabética) Axis Mobfintech, Mobilicei, Plataforma, Trip Controls, VM9 e X4FARE apresentarão soluções inovadoras para desafios do transporte coletivo urbano no Brasil. As propostas pré-selecionadas já estão em estágio mínimo de desenvolvimento, na forma de protótipo ou de MVP (Produto Mínimo Viável).

APRESENTAÇÃO E ELEIÇÃO

Como o Pitch é uma apresentação objetiva sobre o escopo do projeto, os participantes terão cinco minutos para apresentar sua proposta e mais cinco minutos para responder as perguntas dos jurados.

A plateia também votará em formulário on-line específico que contabilizará um voto – compondo então o 6º elemento do júri, que será formado por Marcelo Bruto – Secretário de Desenvolvimento Urbano de Pernambuco; Luiz Carlos Mantovani Néspoli, superintendente da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP); Cristina Albuquerque, da WRI BRASIL; Edmundo Pinheiro, presidente do Conselho de Inovação da NTU; e Richele Cabral, diretora de mobilidade urbana da Fetranspor – Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro.

O 4º, 5º e 6º lugares receberão certificado virtual de participação, e caso haja vaga, poderão iniciar o processo de pré-incubação do Programa Coletivo. Além disso, o projeto mais votado pela plateia ganhará um certificado especial de vencedor pelo júri popular.

O evento será transmitido pelo canal da NTU no YouTube. Clique aqui.

Veja também

Por