Novos trens serão adquiridos para a Linha 1, os da Linha 3 serão modernizados e será renovada e uma subestação elétrica que abastece três linhas do Metrô da Cidade do México

O governo da Cidade do México, através daSecretaria da Mobilidade e do Sistema de Transporte Coletivo (STC) Metrô, assinou um acordo de colaboração com o Escritório das Nações Unidas para Serviços de Projetos (UNOPS), com o objetivo de realizar uma modernização abrangente desse sistema de transporte em benefício dos cidadãos

Este projeto será apresentado em dezembro ao Congresso da Cidade do México para autorização.

O governo da Cidade do México relata que está planejado investir 30 bilhões de pesos (USD 1,57 bilhão) que serão usados ​​para: adquirir 30 novos trens para a Linha 1; modernizar trens na linha 3, e renovar a subestação elétrica de Buen Tono, que fornece energia para as linhas 1, 2 e 3 do Metrô.

Segundo o governo, o objetivo é que o metrô possa oferecer um serviço melhor e até conseguir transportar mais usuários todos os dias, sem construir outras linhas no momento ou aumentar o preço do ingresso.

Andrés LajousLoaeza, Secretário de Mobilidade da Cidade do México, mencionou que, graças aos conselhos do UNOPS, foram obtidas economias de 1.430 milhões de pesos na aquisição de ônibus, trólebus, bem como na alocação das linhas 1 e 2 do Cablebus. O diretor do UNOPS México, Fernando Cotrim Barbieri, indicou que nesta colaboração haverá um importante intercâmbio de conhecimentos que ajudará a ter uma concorrência efetiva nos processos de licitação, em benefício da estabilidade dos gastos da cidade.

Veja também

Por