No primeiro dia útil de novembro, o Metrô de Santiago passa a contar com mais quatro estações

O Metrô de Santiago informou no domingo, 3 de novembro de 2019, que a partir de segunda-feira, 4 de novembro, avançará o início da operação em meia hora em relação aos dias anteriores, de modo que as estações abrirão às 6h30 da manhã, enquanto horário de encerramento de atividades será mantido às 20:00

As linhas habilitadas continuarão operando parcialmente, com a adição à operação das estações Plaza de Armas (que permitirá a transferência entre as Linhas 3 e 5), Rodrigo de Araya (Linha 5) e Conchalí e Hospitais (ambas da Linha 3). Dessa forma, a rede terá 81 estações em operação.

Na estação Plaza de Armas, apenas serão abertos os acessos a leste da Linha 5, correspondentes às ruas 21 de Mayo e Estado. Os acessos a oeste, de Ahumada e Puente, estarão fechados.

O único acesso à Plaza de Armas da Linha 3, pela Catedral, também será fechado. Por esse motivo, a entrada e saída da estação Plaza de Armas da Linha 3 será feita apenas pelos acessos abertos da Linha 5.

ESTAÇÕES ATIVADAS

As estações em atividade a partir de segunda-feira, 4 de novembro, serão as seguintes:

Linha 1 entre Pajaritos e Los Dominicos (Neptuno e San Pablo não estão disponíveis), com as estações Baquedano e Santa Lucia fechadas e sem paradas de trem; enquanto Los Héroes estará disponível apenas para fazer uma combinação entre as linhas 1 e 2.

Linha 2 entre La Cisterna e Zapadores com serviço em El Parrón, Lo Ovalle, Lo Vial, El Llano, Franklin, Rondizzoni, Parque O’Higgins, Toesca, Santa Ana, Cal y Canto, Cerro Blanco, Cemitérios, Einstein e Dorsal.

Linha 3 com serviço em Los Libertadores, Vivaceta, Conchalí, Praça Chacabuco, Hospitais, Cal e Canto, Plaza de Armas, Universidade do Chile, Matta, Irarrázaval, Monsenhor Eyzaguirre, Ñuñoa, Chile Espanha, Villa Frei, Plaza Egaña e Fernando Castillo Velasco .

Linha 4 entre Tobalaba e Quilín, com detenção em Cristóvão Colombo, Francisco Bilbao, Príncipe de Gales, Simon Bolivar, Plaza Egaña, Los Orientales, Grécia e Os Presidentes.

Linha 5 entre Quinta Normal e Vicente Valdés, com detenções em Santa Ana, Plaza de Armas, Bellas Artes, Santa Isabel, Irarrázaval, Rodrigo de Araya, Carlos Valdovinos, Estrada Agrícola, Mirador e Bellavista La Florida.

Linha 6 com as estações Cerrillos, Lo Valledor, Franklin, Ñuñoa, Inés de Suárez e Los Leones.

As transferências que estarão disponíveis são:  Universidad de Chile, entre as linhas 1 e 3; Los Leones, entre a Linha 1 e a Linha 6; Tobalaba, entre as linhas 1 e 4; Cal e Canto, entre as linhas 2 e 3; Santa Ana, entre as linhas 2 e 5; Franklin, entre as linhas 2 e 6; Ñuñoa, entre a Linha 3 e a Linha; Irarrázaval, entre as linhas 3 e 5; Plaza Egaña, entre as linhas 4 e 3; Plaza de Armas, entre as linhas 5 e 3; Em Los Héroes, os passageiros não podem entrar ou sair da estação, fazer apenas uma combinação entre a Linha 1 e a Linha 2.

NÚMEROS ATUALIZADOS

O acesso médio diário durante os  recentes feriados – dia 31 de outubro e 1 e 2 de novembro; quinta, sexta e sábado, respectivamente –  foi de 380 mil passageiros, com seu ponto mais alto no sábado, 2 de novembro, com 454.182 passageiros. Esses números revelam crescimento de 39,6% em relação ao sábado anterior (26 de outubro). No último dia útil desta semana, na quarta-feira, 30 de outubro, foi registrado o total de 1.111.245 viagens.

Veja também

Por