A linha C do Subte tem todos os seus carros com ar condicionado.

O governo da Cidade Autônoma de Buenos Aires anunciou na segunda semana de outubro de 2019 que a Linha C, com 190 mil passageiros por dia, já possui todos os seus carros com ar condicionado. A Linha C une as linhas A e H, que já tinham toda a frota com ar condicionado; em breve o mesmo acontecerá com a Línha D.

Segundo o relatório oficial, as mudanças na Linha C foram possíveis pela incorporação de mais carros CNR da Linha A, que gradualmente foram adicionados às composições de Nagoya 5000 que já tinham o diferencial.

A nota acrescenta que a reforma nos permite oferecer um serviço “mais moderno e regular” e manter uma frequência média de três minutos durante o horário de pico nos dias úteis ao longo da linha entre Retiro e Constitución. Nesse sentido, o sistema de sinal também está sendo renovado, com adoação do sistema CBTC, que já está operando na Linha H.

TRENS MONTADOS NO CHILE

O governo chileno informou que um total de 12 trens montados no próprio país já foram usados por mais de 21 milhões de pessoas que viajam na Linha 2 do Metrô de Santiago, ligando La Cisterna e Vespucio Norte.

O saldo foi divulgado no final do primeiro ano de operação do projeto que, iniciou a montagem dos trens NS-16 no Chile, a partir de setembro de 2018, nas Oficinas Neptuno do Metrô de Santiago.

O informe destaca o andamento do projeto, que atualmente atinge 64% de avanço e que permitirá contar, no total, com 35 novos trens montados no Chile até julho de 2021. A iniciativa gerou mais de 100 empregos.

Os trens NS16, que renovarão as unidades mais antigas das Linhas 2 e 5, possuem ar-condicionado, sistema de informações para passageiros, espaço reservado para pessoas que usam cadeiras de rodas e corredores de intercirculação entre carros, além de outros recursos, que Torna-os equivalentes aos trens mais modernos que operam nas novas linhas.

O governo ainda informou que o orçamento do setor para 2020 contará com um aumento de 1,5% em relação a 2019.

Veja também

Por