Em Medellín, Colômbia, um novo esquadrão para controlar o transporte informal

Em três anos e meio – de 2016 a 30 de junho de 2019 – a Secretaria de Mobilidade de Medellín, Colômbia, realizou 1.273 operações para combater o transporte informal. Da mesma forma, 6.932 intimações foram impostas e 5.104 veículos foram imobilizados. Nesse mesmo período, 3.109 licenças de trânsito foram suspensas e 143 foram canceladas devido a essa infração.

O transporte informal é contemplado no artigo 131 do Código Nacional de Trânsito como infração: “conduzir veículo que, sem a devida autorização, seja destinado a um serviço diferente daquele para o qual possui licença de trânsito”.

Ao revelar esses dados, a administração municipal informou que a Equipe Móvel Operacional da Secretaria de Mobilidade foi fortalecida com pessoal da Polícia de Trânsito, que apoiará ações contra o transporte informal.

CARACTERÍSTICAS

O grupo será formado por 30 agentes de mobilidade e 30 policiais de trânsito uniformizados, que garantirão a segurança nas operações de controle. Estas ações serão realizadas em todas as comunidades e jurisdições da cidade, durante os sete dias da semana.

Contará com equipamento logístico necessário, como guinchos e caminhões. Além disso, haverá acompanhamento com as 2.350 câmeras de videovigilância que a Secretaria de Segurança tem à sua disposição, através do centro de emergências 123.

Além dos serviços oferecidos por meio de aplicativos em dispositivos móveis, o controle será feito em paradas e pontos da cidade que servem como coleta ilegal e são gerenciados por Grupos de Deliquência Organizada, o GDO.

“Descobrimos que, por detrás dos chamados ‘chiveros’, há um controle de renda por parte de estruturas criminosas e com esse negócio eles enchem, de maneira fácil, seus cofres para continuar alimentando a guerra. Esta é uma renda que estamos lutando de mãos dadas com a Secretaria de Mobilidade”, disse Andrés Felipe Tobón Villada, Secretário de Segurança.

A multa que será aplicada aos condutores que estejam operando ilegalmente seus veículos será de 30 SMDLV, equivalente a $ 828.120 (US $ 258,69).

Além disso, o veículo pode ser imobilizado. Se for pela primeira vez, por cinco dias; na segunda ocasião, por 20 dias; e na terceira, por 40 dias. A licença também implica suspensão. Pela primeira vez, por seis meses; e se reincidir a conduta, será cancelada por 25 anos.

Veja também

Por