Em Lima, 1600 mototaxistas informais

No Cercado de Lima (distrito central da capital peruana), estão autorizadas 17 empresas de mototáxi, com pontos de parada formais e 192 unidades no total. No entanto, existem mais de 1600 motoristas informais oferecendo o serviço. A informação é do próprio governo do Município de Lima.

Em uma ação realizada em fevereiro, os fiscais de transportes do Município de Lima enviaram para o depósito 19 mototáxis que circulavam sem autorização em várias ruas do Cercado de Lima. As autoridades consideram que eles colocavam em risco a vida de seus passageiros.

Do total de veículos menores operados, quatro estavam viajando no Centro Histórico. Foram detectados mototáxis em condições técnicas deficientes, sem o seguro obrigatório para todos os proprietários de veículos automotores que circulam por terra (estabelecido por lei e conhecido pela sigla SOAT), e sem o certificado de inspeção de veículo, entre outras falhas.

Os condutores de mototáxis que prestam serviço sem autorização são multados em 15% do valor de uma UIT, ou seja, 630.00 soles (USD 189,00) e com o recolhimento dos veículos.

Operação de fiscalização. Foto: Município de Lima



Operação de fiscalização. Foto: Município de Lima

Veja também

Por