65 milhões de dólares para trólebus e ônibus

A convocatória e a realização de licitações para a compra de 30 trólebus e 200 ônibus diesel de baixa emissão, por um montante de 65 milhões de dólares, marcam o início deste ano na área da mobilidade urbana do Governo da Cidade do México.

TRÓLEBUS

No dia 11 março de 2019 será feita a abertura dos envelopes da licitação pública internacional para a aquisição de 30 trólebus lançada em 11 de fevereiro pelo Governo da Cidade do México. As condiçõespara alicitação puderam ser obtidas até 15 de fevereiro.

O ato de conclusão da licitação será em 1º de abril e a entrega das unidades deve ser finalizadaem novembro 2019.

O anúncio da licitação foi feito pela chefe de Governo, Claudia Sheinbaum Pardo, juntamente com o secretário de Transportes, Andrés LajousLoaeza, e o diretor-geral do Serviço de Transporte Elétrico, Guillermo Calderón Aguilera.

Porum montanteestimado de 290 milhões de pesos (US$ 15 milhões), será feita a compra de 30 novas unidades a serem colocadas em operação ainda este ano. A licitação é realizada com o acompanhamento da Secretaria da Controladoria, daControladoria Interna e doEscritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS).

CARACTERÍSTICAS E INOVAÇÃO

Conforme divulgadopelo Governo da Cidade do México, serão adquiridas unidadesde última geração, de emissão zero, com 12 metros de comprimento ecapacidade para 90 passageiros, que propiciarão a redução dos custos de operação e de manutenção e serão capazes de oferecer melhor ventilação e iluminação LED.

Quanto ao quesito inovação, destacou-se que as unidades serão 100% acessíveis, com entrada rebaixada, espaços exclusivos para mulheres, câmeras de segurança e autonomia operacional (sem catenária, ou seja, sem conexão com a rede de alimentação elétrica) de 10 km.

BENEFÍCIOS OPERACIONAIS

Alguns benefícios operacionais significativos serão incorporadosao serviço no Eixo Central do Corredor de Emissões Zero. Um deles será o aumento de 45% na frota que opera nesse eixo, que crescerá de 67 para 97 unidades.

Haverá também um aumento de 33 mil passageiros por dia. A oferta, que hoje atende 67 mil passageiros, passará a atender 100 mil passageiros por dia.  Serão atendidos quatro municípios: Benito Juárez, Coyoacán, Cuauhtémoc e Gustavo A. Madero.

Outros aspectos importantes são a redução de 23% do tempo de viagem, que agora é de 90 minutos e passará a ser de 70 minutos, e a redução de 33% no intervalo detempo de espera para apassagem dos trólebus nos pontos de parada, que hoje é de seis minutos e passará a ser de quatro minutos.

Duas licitações para a aquisição de 200 ônibus

O Governo da Cidade do México anunciou que 200 novos ônibus diesel serão comprados durante 2019 para renovar a frota de veículos da Rede de Transporte de Passageiros (RTP).

A chefe de Governo, Claudia Sheinbaum Pardo, informou que os primeiros 70 ônibus começarão a circular a partir de julho e mais 130 no último trimestre do ano. Disse também que esses novos veículos terão a melhor tecnologia e garantiu que a tarifa no sistema de ônibus da RTP será mantida em 2 pesos (USD 0,10) para o serviço regular e 4 pesos (USD 0,20) para o serviço expresso.

A primeira licitação pública para a aquisição de 70 unidades, já em andamento, tem um montante de 371,92 milhões de pesos (US$ 19,32 milhões) e é internacional. A convocatória foi publicada no Diário Oficial da União em 5 de fevereiro e é realizada com o apoio do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS).

A apresentação sobre a aquisição dos primeiros 70 ônibus mostrou que serão veículos novos simples, com motor diesel, Euro V ou superior e entrada rebaixada, com capacidade para 90 a 100 passageiros e comprimento de 10 a 12,5 metros.

Os ônibus devem ter câmeras de segurança, rádio de comunicação e 100% deacessibilidade universal para pessoas com deficiência. Devem contar também com GPS e WiFi.

NOVALICITAÇÃO

A partir de março de 2019, também com o apoio da UNOPS, haverá uma nova licitação para a aquisição dos 130 ônibus restantes. Estes novos veículos fornecerão o serviço nas áreas montanhosas. Também estão contempladas novas unidades para fornecer o serviço de Metrobús, com um custo estimado de 600 milhões de pesos (31,17 milhões de dólares).

Os novos ônibus terão entrada rebaixada para facilitar o acesso de pessoas com deficiência e dos usuários regulares da RTP, com capacidade para até 100 passageiros e comprimento máximo de 12,5 metros. Além disso, terão motor diesel com tecnologia de ponta, podendo ser Euro V, Euro V ou VI Euro Plus.

O Governo da Cidade do México informou que todos os 130 ônibus da futuralicitaçãoterão câmeras de segurança, da mesma forma que as unidades atuais, rádio de comunicação, acessibilidade universal para 100% das pessoas com deficiência e estarão equipados com GPS.

Veja também

Por