México e Argentina apresentaram retração na produção automobilística em 2018 em comparação com 2017. A produção brasileira do setor cresceu.

Ao longo de 2018, a indústria automotiva no México produziu 3.908.139 veículos leves (automóveis e caminhões leves), significando diminuição de 0,6% em comparação com o ano de 2017, quando foram produzidas 3.932.119 unidades. Os dados foram divulgados no início de janeiro pela Associação Mexicana da Indústria Automotiva (AMIA).

Durante todo o ano de 2018, a indústria mexicana de veículos exportou 3.449.201 veículos leves, o que representa incremento de 6,0% em relação às 3.253.859 unidades exportadas ao longo do ano anterior.

Os dados de exportação por regiões mostram um crescimento de 9,9%  das exportações de veículos para os Estados Unidos – de 2.335.245 unidades em 2017 (71,8% do total de veículos exportados) para 2.566.701 unidades em 2018 (74,4% do total de veículos exportados.

Em relação ao ano anterior, em 2018, houve crescimento de 19,9% nas exportações de veículos do México para países da América Latina – foram 239.909 unidades em 2017 (7,4% do total das exportações de veículos) e 287.694 unidades em 2018 (8,3% do total).

Em 2018 houve queda de 7,1% nas vendas de veículos leves para o mercado interno mexicano: foram vendidas 1.421.458 unidades contra 1.530.498 vendidas no ano anterior

BRASIL

A indústria automotiva brasileira esperava um ano de 2018 que trouxesse avanços em relação à retomada iniciada em 2017 e essa expectativa se confirmou, conforme revela balanço divulgado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA).

Em 2018, foram fabricadas 2,89 milhões de unidades, representando expansão de 6,7% sobre 2,69 milhões de unidades produzidas em 2017.

O licenciamento de autoveículos em 2018 registrou 2,56 milhões de unidades, aumento de 14,6% frente às 2,24 milhões de unidades vendidas em 2017.

Quanto às exportações, no dizer da Anfavea, “o cenário foi de baixa”, pois 629,2 mil unidades foram negociadas com outros países em 2018, significando queda de 17,9% sobre as 766 mil unidades vendidas ao exterior no ano anterior, quando a indústria registrou números recordes no comércio exterior.

ARGENTINA

Informações da Associação de Fábricas de Automotores (ADEFA) revelam que em 2018, a produção argentina de veículos foi de 466.649 unidades, significando retração de 1,4 % em comparação com os 473.408 veículos produzidos em 2017.

O setor exportou 269.360 veículos, ou seja, 28,5 % a mais do que as 209.587 unidades exportadas em 2017.

Nas vendas por atacado, o relatório ADEFA mostra que, em 2018 foram comercializadas 681.816 unidades, representando baixa de 22,9% em relação ao ano anterior.

Por