Revisão geral de 236 carros

Em uma nota divulgada neste mês de outubro de 2018, a Subterráneos de Buenos Aires Sociedad del Estado, empresa da cidade de Buenos Aires responsável pela administração da rede metroviária, informa que concluiu a revisão geral de 236 carros para melhorar a disponibilidade da frota.

“Essas revisões também nos permitem garantir a qualidade dos reparos realizados e elaborar padrões de inspeção para otimizar os processos”, indica a nota.

As revisões gerais consistem em uma série de tarefas, incluindo a desmontagem das peças do carro para limpá-las: bogies, carroceria, equipamentos, entre outras. Após uma inspeção, as peças danificadas são substituídas ou reparadas e é feita a pintura e, posteriormente, a regulagem.

Com relação à eletromecânica, são checados o comando de abertura e fechamento de portas, a iluminação, os instrumentos, os comandos de cabine e sistema de comunicação. Na parte pneumática, são revisados os cilindros e as válvulas das portas, os comandos de freio, entre outros.

Também são feitos reparos dentro dos carros: bancos, alto-falantes, apoios para as mãos, revestimentos, extintores de incêndio e escadas de emergência. Finalmente, são pintados os perfis e as molduras de difícil acesso antes de fazer a parte gráfica.

As revisões gerais terminam com uma série de testes para garantir o correto funcionamento das portas, avisos, sinalizações de emergência, iluminação e ventilação. Além disso, são realizadas avaliações de frenagem e testes piloto.

Veja também

Por