Em São Paulo, startup cria assistente virtual para carregar créditos de transporte público pelo Facebook

No Laboratório de Inovação em Mobilidade da Prefeitura de São Paulo (MobiLab), a startup OnBoard Mobility criou ferramenta que carrega créditos de transporte público pelo chat do Facebook.                                                                                          

A OnBoard Mobility desenvolveu, no Laboratório de Inovação em Mobilidade da Prefeitura de São Paulo (MobiLab), uma ferramenta que carrega créditos de transporte público pelo chat do Facebook. Para quem tem perfil na rede social, é possível usar o assistente virtual, sem precisar ocupar memória do celular para baixar aplicativos que fazem o pagamento eletrônico. Além disso, como muitas operadoras não cobram pelo uso de redes sociais, também é possível economizar no pacote de dados da internet.

A ideia surgiu a partir da informação de muitos usuários que baixam novos aplicativos ou não os mantêm por muito tempo, por questões de memória. Estima-se que 80% dos smartphones na mão dos brasileiros possuem menos de 1GB de espaço de armazenamento. “Buscamos entender isso mais a fundo quando fomos analisar os aplicativos mais baixados e mais utilizados de 2017, os principais são redes sociais e mensageiros. Segundo o IBGE mais de 94% dos brasileiros usam a internet para trocar mensagem de texto ou voz. Esse é o cenário perfeito para uma solução de chatbot”, explica o cofundador da Onboard Mobility, Luiz Renato Mattos.

Funcionamento. O pagamento virtual pelo Facebook, chamado Bipay, é um chatbot disponível 24 horas por dia. Por enquanto, apenas o cartão de crédito pode ser usado, mas as funções débito e dinheiro deverão ser disponibilizadas em breve. Basta o usuário acessar a página do Bipay no Facebook para iniciar um bate-papo, com mensagens respondidas instantaneamente, pelo qual o Bilhete Único será recarregado.

É preciso logar com e-mail e senha usados na rede social, e informar os dados de e-mail, telefone, número do Bilhete Único, CPF e os de pagamento para realizar o cadastro. Depois de cadastrado o usuário não precisará apresentar mais nenhuma informação, apenas o código CVV do cartão de crédito para garantir a segurança das transações.

Para a compra no chat o usuário seleciona o valor que pretende carregar, o tipo da carga e os dados do cartão de crédito. Imediatamente o sistema responde com os dados enviados e confirma a transação enviando o comprovante por e-mail. “Tudo é feito de maneira rápida e segura. Todos os dados sensíveis são cadastrados em ambiente seguro, nada fica na conversa do usuário com o sistema”, informa Mattos.

Assim como com os pagamentos por aplicativo, é necessário validar a recarga encostando o cartão no leitor dos equipamentos eletrônicos disponíveis nos ônibus e em terminais. A OnBoard Mobility é uma startup que vem ganhando destaque por conta do desenvolvimento de soluções inovadoras relacionadas a meios de pagamento, mobilidade urbana e cidades inteligentes. Desde 2016 é uma das residentes do MobiLab.

“Assim como a App Store e a Play Store, o Facebook é apenas a plataforma que viabiliza a distribuição do serviço. O Bipay foi desenvolvido e homologado na plataforma aberta da rede social e a utilização dessa plataforma não implica em endosso, parceria ou patrocínio do Facebook ao Bipay ou à OnBoard Mobility. O Facebook fomenta o ecossistema de desenvolvedores e este é nosso relacionamento com eles”, destaca Mattos.

Pioneiro. O projeto, pioneiro no mundo, trabalha em sua homologação junto à Prefeitura de São Paulo desde outubro de 2017, e foi aberto a um público restrito em janeiro deste ano, sendo disponibilizada para todos os usuários em abril. “Estamos desenvolvendo um meio de pagamento capaz de integrar, em escala global o sistema de transporte urbano de passageiros, permitindo que o usuário tenha acesso a diversos modais e serviços através de um único dispositivo, seu smartphone”, diz Mattos.

A OnBoard passou por todo o processo convencional de credenciamento e homologação da SPTrans para operar suas soluções. “Foram sete meses até conseguirmos a homologar a ferramenta. Decidimos começar por São Paulo, por ser um dos maiores e mais complexos sistemas de transporte da América Latina. Pensamos que, se conseguíssemos vencer o desafio e implementar a solução na capital paulistana, seria possível fazê-lo em qualquer outra cidade”, afirma Mattos.

Luiz Renato Mattos
Luiz Renato Mattos, cofundador da Onboard Mobility

Novos mercados. Agora, a meta é conquistar novos mercados, inclusive em outros países da América Latina. “Estamos pensando em expandir para outras cidades brasileiras e também em mercados latino-americanos, que têm muitas semelhanças com o Brasil. O TransMilenio, por exemplo, é uma possibilidade interessante, pois tem um volume grande de passageiros e se adaptaria bem à solução”, diz Mattos.  O TransMilenio é um sistema de transporte público metropolitano de veículo leve sobre pneus (VLP) que funciona na cidade de Bogotá, Colômbia.

tela Bipay
Basta o usuário acessar a página do Bipay no Facebook e iniciar um bate-papo

Veja também

Por