Empresa brasileira de tecnologia oferece serviço de fretamento colaborativo via aplicativo

A empresa brasileira de tecnologia Buser atua no segmento de compartilhamento de transporte intermunicipal de passageiros por ônibus, por meio de um aplicativo que funciona de forma semelhante ao Uber                                

A Buser é uma empresa brasileira de tecnologia que atua no transporte de ônibus, por meio de um aplicativo que funciona de forma semelhante ao Uber. A ideia é fomentar o compartilhamento de recursos para que o usuário pague um preço mais baixo nas viagens intermunicipais. “Nossa proposta é utilizar a frota ociosa que geralmente atende grandes empresas nos horários de entrada e de saída de funcionários, nos dias de semana, e no restante do tempo fica na garagem”, explica Marcelo Abritta, um dos fundadores do aplicativo.

Os destinos são definidos por demanda, mas as primeiras viagens estão concentradas nos estados de Minas Gerais e São Paulo. Para utilizar o serviço, é preciso baixar o aplicativo no site da empresa (www.buser.com.br), criar um cadastro com os dados pessoais e definir os parâmetros da viagem, como origem, destino e data, e o aplicativo mostra as opções mais baratas. Após atingir um número mínimo de passageiros, a viagem é confirmada e os horários e locais de encontro são definidos pelo app.

A empresa recebe uma comissão, que varia de 5% a 20% do valor do frete, paga pela companhia de fretamento. Os viajantes pagarão uma taxa de reserva de apenas R$ 1,50 (0,46 USD) por viagem. Apesar do aplicativo já estar em funcionamento, a Buser enfrenta uma batalha jurídica para poder entrar definitivamente no mercado. Por Márcia Pinna Raspanti        

Veja também

Por