Está disponível o relatório sobre a situação mundial da segurança no trânsito em 2018, da Organização Mundial da Saúde

O relatório sobre o estado mundial da segurança rodoviária de 2018 (480 páginas, em inglês), publicado pela OMS em dezembro de 2018, destaca que o número de mortes anuais causadas pelo trânsito atingiu 1,35 milhão. As lesões relacionadas ao trânsito são agora a principal causa de morte entre pessoas de 5 a 29 anos.

Destaca o informe que o  ônus é desproporcionalmente assumido por pedestres, ciclistas e motociclistas, especialmente aqueles que vivem em países em desenvolvimento. O relatório sugere que o preço pago pela mobilidade é muito alto, especialmente porque existem medidas eficazes para evitar essas mortes. Estes incluem estratégias para abordar a velocidade e consumo de álcool e direção, entre outros comportamentos; criação de infraestruturas mais seguras, como faixas exclusivas para ciclistas e motociclistas; padrões aprimorados para veículos, como aqueles que exigem controle eletrônico de estabilidade; e uma melhoria na assistência médica às vítimas. É necessária uma ação drástica para implementar essas medidas para atender a qualquer meta global que possa ser estabelecida no futuro e salvar vidas.

Baixar a publicação

Veja também

Por